Como fica a pós-graduação em administração no Brasil com o novo modelo de avaliação da CAPES?

Contribuições ao texto do professor Pedro Lincoln

  • Marcelo de Rezende Pinto Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUCMG)

Resumo

A reflexão apresentada pelo professor Marcelo de Rezende Pinto, Coordenador do Mestrado Profissional PUCMG, está ancorada na relação do futuro da pós-graduação com o novo modelo de avaliação multidimensional da CAPES, ao observar que o diferencial desse modelo reside na inovação e transferência de conhecimento, algo só possível com uma estrutura de pós-graduação que não crie “abismos entre a modalidade profissional e a acadêmica”. O texto lembra a necessidade de mais pontes e menos cercas, para construirmos “algo novo, mais completo, mais robusto”, carreado por um perfil docente que “agregue, compartilhe, colabore, entenda e atenda”.

Publicado
2020-09-16
Como Citar
PINTO, Marcelo de Rezende. Como fica a pós-graduação em administração no Brasil com o novo modelo de avaliação da CAPES?. International Journal of Business Marketing, [S.l.], v. 5, n. 2, p. 64-67, set. 2020. ISSN 2447-7451. Disponível em: <http://www.ijbmkt.org/index.php/ijbmkt/article/view/179>. Acesso em: 22 jan. 2021.
Seção
Dossiê Pós-Graduação Profissional em Administração no Brasil - Textos-Comentário