Purchasing behavior and sustainability: a study in a brazilian city

  • Paulo Henrique de Lima Siqueira Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)
  • Gabriela Tavares Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)

Resumo

Although the consumers awakened about environmental deterioration severity and the influence purchasing behavior on the environment, studies indicate that Brazilian consumers are not yet changing their attitudes and behaviors. Their behavior consumption is inconsistent with preservation and socio-environmental development. However some studies have shown that demographic characteristics like age, education level and income influences the sustainable consumers buying behavior. The objective of this paper was to verify if the distinct demographic characteristics of the consumers from São João del Rei influences their sustainable consumers buying behavior. After a questionnaire survey, the results showed that, in general, consumers do not yet have a sustainable consumers buying behavior because they engage with socio-environmental issues when: they feel directly affected or it’s more convenient for them; they have opportunities and information to be able to choose; and they are more influenced by conditional and functional values. It was also observed that income, scholar and age influence positively the higher level of sustainable consumption behavior.

Referências

Azevêdo, A. C.; Cunha, F. R.; Quinelano, R.; Madureira, D.M. (2010) Consciência ambiental e comportamento do consumidor. Paper presente in XIII Seminários em Administração - SEMEAD São Paulo, Brazil.

Barbosa, L; Veloso, L. (2014) Consumption, domestic life and sustainability in Brazil. Journal of Cleaner Production. n. 63, pp. 166 – 172

Biswas, A.; Roy, M. (2015) Green products: an exploratory study on the consumer behaviour in emerging economies of the East. Journal of Cleaner Production. n. 87, pp 463-468

Borinelli, B; Coltro, F. L. Z; Morya, I; Santos, L. M. L. (2011) Regulação Ambiental e Consumo Sustentável: uma discussão a partir da percepção dos consumidores de Londrina-PR. Revista Capital Científico-Eletrônica (RCCҽ), v. 8, n1, pp. 77-92

Bossle, M. B., Nascimento, L. F. M., Figueiró, P. S., Trevisan, M., & Müller Neto, H. F. (2015). Concerning or Acting? The Dichotomy between Discourse and Practice in Sustainable Consumer Behavior of Porto Alegre’s Citizen. Revista Economia & Gestão, 15(40), 57-86.

Brochado, F. O.; Borchado, A. O.; Caldeira, T. (2015) Os determinantes psicológicos do consumidor verde. Tourism & Management Studies, Lisboa, v. 11, n. 2, pp. 104-111.

Comissão Mundial sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento (1991). Nosso futuro comum. Rio de Janeiro, 2ª ed, Fundação Getulio Vargas, 1991.

Dias, R. (2007) Marketing ambiental: ética, responsabilidade social e competitividade nos negócios. São Paulo: Atlas, 2007.

Ertz, M.; Karakas, F.; Sarigöllü, E. (2016) Exploring pro-environmental behaviors of consumers: An analysis of contextual factors, attitude, and behaviors. Journal of Business Research n. 69, pp. 3971–3980

Garcia, M. N.; Silva, D.; Pereira, R. S.; Rossi, G. B.; Minciotti, S. A. (2008) Inovação no comportamento do consumidor: recompensa às empresas socioambientalmente responsáveis. RAI - Revista de Administração e Inovação. v. 5, n. 2, 2008, pp. 73-91.

Hair, JR., J. F.; Anderson, R. E.; Tthan, R. L.; Black, W. C. (2005) Análise multivariada de dados. Porto Alegre: Bookman, 592 p.

Instituto Brasileira de Geografia e Estatística – IBGE. (2010) Censo Demográfico, Disponível em: . Acesso em: 20 mar. 2016

Ivete, D.; Takahashi, S. Corporate sustainability in emerging markets: insights from the practices reported by the Brazilian retailers. Journal of Cleaner Production. n. 47, 2013, pp. 211-221

Khan, S. N.; Mohsin, M. The power of emotional value: Exploring the effects of values on green product consumer choice behavior. Journal of Cleaner Production. n. 150, 2017, pp 65-74

Lagens, N. S; Neto, A. V. (2002) ‘Mensurando a consciência ecológica do consumidor: um estudo realizado na cidade de Porto Alegre’. Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação – ENAMPAD. Porto Alegre, 11 p.

Lescura, C. (2013) ‘Cultura do Consumo’. In. Sette, R. de S. (org.) Marketing: uma visão brasileira. Lavras: Ed. UFLA.

Lopes, E.L; Silva, D. (2011) Modelos integrativos do comportamento do consumidor: uma revisão teórica. Revista Brasileira de Marketing, São Paulo, v. 10, n. 3, pp. 03-23.

Lynn, S.R; Florian, K. (2016) Ethically minded consumer behavior: Scale review, development, and validation. Journal of Business Research 69 2697–2710

Malhotra, N. K. (2006) Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada. Porto Alegre: Bookman. 720 p.

Martinho, G.; Magalhães, D.; Pires, A. (2017) Consumer behavior with respect to the consumption and recycling of smartphones and tablets: An exploratory study in Portugal. Journal of Cleaner Production. n. 156, pp. 147-158

Mattar, F. N. (1997) Pesquisa de marketing: metodologia, planejamento. São Paulo: Atlas.

Oliveira, E. C; Pinheiro, R.G; Pereira, R.S; Romeiro, M. C. (2013) Comportamento ambiental de jovens universitários: identificação de variáveis que discriminam os grupos mais ambientalmente favorável e menos ambientalmente favorável. Revista de Administração, Contabilidade e Economia da FUNDACE, Ribeirão Preto, v. 4, n. 2.

Oliveira, V. M; Cândido, G. A. (2010) ‘Contemporaneidade do consumo sustentável e as suas correlações com as práticas empresariais e o comportamento do consumidor.’ V Encontro Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, ANPPAS.

Pinto-Coelho, R. M. (2009) Reciclagem e desenvolvimento sustentável no Brasil. Belo Horizonte: Recóleo Coleta e Reciclagem de óleos.

Portilho, F. (2004) Consumo verde, consumo sustentável e a ambientalização dos consumidores. Indaiatuba: II Encontro Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ambiente e Sociedade, ANPPAS.

Queiroga, F.; Gouveira, V. V.; Coutinho, M. P. L.; Vasconcelos, T. C.; Jesus, G. R. (2005) Escala de comportamentos socialmente responsáveis do consumidor: estudo preliminar de evidência de validade. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 10, n. 1, p. 143-149

Resende, J. B. (2013) ‘Marketing Ambiental’. In. Sette, R. de S. (org.) Marketing: uma visão brasileira. Lavras: Ed. UFLA.

Ribeiro, J. A.; Veiga, R. T. (2011) Proposição de uma escala de consumo sustentável. Revista de Administração, São Paulo, v.46, n.1, pp.45-60

Roberts, J. A. (1996) Green consumers in the 1990s: Profile and implications for advertising. Journal of Business Research. Vol. 36, n. 3, pp. 217-231

Sangroya, D.; Nayak, J. K. (2017) Factors influencing buying behaviour of green energy consumer. Journal of Cleaner Production. n. 151, pp. 393-405

Solomon, M. R. (2011) O comportamento do consumidor. 9ª ed., Porto Alegre: Bookman, pp. 33.

Straughan, R. D; Roberts, J. A. (1999) Environmental segmentation alternatives: a look at green consumer behavior in the new millennium. Journal of Consumer Marketing, v. 16, n. 6, pp. 558-575

Sudbury-Riley; L.; Kohlbacher, F. (2016) Ethically minded consumer behavior: Scale review, development, and validation. Journal of Business Research.Volume 69, n. 8, pp. 2697-2710

Vieira,V.A. (2002) Fazendo uma revisão nas áreas de influência no comportamento do consumidor. Revista de Administração – REAd, 29ª ed., v. 8, no. 5

Vellani, C. L.; Ribeirão, M. S. (2006) ‘A sustentabilidade e a contabilidade.’ In: SIMPÓSIO DE ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO, LOGÍSTICA E OPERAÇÕES INTERNACIONAIS, 9, 2006, São Paulo. Anais do IX SIMPOI. São Paulo: FGV/EAESP.

Viegas da Costa, D.; Teodósio, A. S. S. (2011) Desenvolvimento sustentável, consumo e cidadania: um estudo sobre a (des) articulação da comunicação de organizações da sociedade civil, do estado e das empresas. Revista de Administração Mackenzie, v. 12, n. 3, p. 114- 145.

Webb, D. J; Mohr, L. A; Harris, K. E. (2008) A re-examination of socially responsible consumption and its measurement. Journal of Business Research n. 61, pp. 91 – 98.
Publicado
2021-04-27
Como Citar
SIQUEIRA, Paulo Henrique de Lima; TAVARES, Gabriela. Purchasing behavior and sustainability: a study in a brazilian city. International Journal of Business Marketing, [S.l.], v. 6, n. 1, p. 27-44, abr. 2021. ISSN 2447-7451. Disponível em: <http://www.ijbmkt.org/index.php/ijbmkt/article/view/188>. Acesso em: 02 dez. 2021.
Seção
Artigos