Estudos de consumo

estado da arte e desafios de pesquisa

Autores

  • Karin Borges Senra Universidade Estadual de Maringá
  • Francisco Giovanni David Vieira Universidade Estadual de Maringá

Palavras-chave:

Bibliometria; Consumo; Conhecimento, Bibliometria, Consumo, Conhecimento

Resumo

Para avançar na construção do conhecimento, pesquisadores precisam compreender o que já foi estudado sobre determinado tema, de forma que seja possível identificar padrões e exceções que permitam a elaboração de novas proposições de pesquisa. Sendo o consumo uma área de estudo ampla e relativamente madura, o objetivo desse trabalho é compreender como está o campo de pesquisa na última década, buscando ressaltar temas de principal interesse, autores relevantes, países de publicação, entre outras informações que podem ser úteis para direcionar estudos futuros nessa linha de estudos. A metodologia é baseada em técnicas bibliométricas de coleta de informações de cada artigo publicado no período nas revistas analisadas. Foram analisados 3.373 artigos de 8 revistas que publicam sobre consumo no período de 2006 a 2016. À luz das informações alcançadas com essa pesquisa é possível visualizar um quadro do desenvolvimento dos estudos sobre consumo, fornecendo direcionamento para estudos futuros.

Biografia do Autor

Karin Borges Senra, Universidade Estadual de Maringá

Graduada em Matemática pela Universidade Estadual de Maringá (2011), mestre em Administração pela Universidade Estadual de Maringá com ênfase em Marketing e Cadeias Produtivas (2016). Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Estadual de Maringá.

Francisco Giovanni David Vieira, Universidade Estadual de Maringá

Possui graduação em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Paraíba (1985), mestrado em Administração Rural pela Universidade Federal de Lavras (1991), doutorado em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002) e realizou estágio pós-doutoral em Administração de Empresas na Escola de Administração de Empresas de São Paulo, Fundação Getúlio Vargas, São Paulo (2007). É professor associado do Departamento de Administração e do Programa de Pós-Graduação em Administração da Universidade Estadual de Maringá, editor da RIMAR - Revista Interdisciplinar de Marketing (UEM), editor associado para a área de marketing da Revista Gestão & Regionalidade (USCS), consultor ad hoc da CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, coordenador do GIPEM (Grupo Interdisciplinar de Pesquisas e Estudos em Marketing - UEM/CNPq), membro do Grupo de Estudos em Marketing, Estratégias de Mercado e Marca (FURB/CNPq) e colaborador do Grupo de Estudos em Estratégia e Marketing (FGV-Rio/CNPq).

Referências

Araújo, C. A. (2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em questão, 12(1), 11-32.

Eaton, J. P., Ward, J. C., Kumar, A., & Reingen, P. H. (1999). Structural analysis of co-author relationships and author productivity in selected outlets for consumer behavior research. Journal of Consumer Psychology, 8(1), 39-59.

Endersby, J. W. (1996). Collaborative research in the social sciences: Multiple authorship and publication credit. Social Science Quarterly,77(2), 375-392.

Galvagno, M. (2011). The intellectual structure of the anti-consumption and consumer resistance field: An author co-citation analysis. European Journal of Marketing, 45(11/12), 1688-1701.

Hart, C. (1998). Doing a literature review: Releasing the social science research imagination. Londres: Sage.

Hoffman, D. L., & Holbrook, M. B. (1993). The intellectual structure of consumer research: A bibliometric study of author cocitations in the first 15 years of the Journal of Consumer Research. Journal of Consumer Research, 19(4), 505-517.

Liu, X., Bollen, J., Nelson, M. L., & Van de Sompel, H. (2005). Co-authorship networks in the digital library research community. Information Processing & Management, 41(6), 1462-1480.

Mendes, C. P., Pinheiro, S. S., & Troccoli, I. R. (2015). Satisfação e insatisfação do consumidor: um estudo bibliométrico nos enanpads 2006-09. InterSciencePlace, 1(17, 125-152.

Muñoz-Leiva, F. M., Viedma-del-Jesús, M. I., Sánchez-Fernández, J., & López-Herrera, A. G. (2012). An application of co-word analysis and bibliometric maps for detecting the most highlighting themes in the consumer behaviour research from a longitudinal perspective. Quality & Quantity, 46(4), 1077-1095.

Osareh, F. (1996). Bibliometrics, citation analysis and co-citation analysis: A review of literature I. Libri, 46(3), 149-158.

Phillips, D. M., Baumgartner, H., & Pieters, R. (1999). Influence in the evolving citation network of the Journal of Consumer Research. Advances in Consumer Research, 26, 203-210.

Ramos‐Rodríguez, A. R., & Ruíz‐Navarro, J. (2004). Changes in the intellectual structure of strategic management research: A bibliometric study of the Strategic Management Journal, 1980–2000. Strategic Management Journal, 25(10), 981-1004.

Shaw, E. H., & Jones, D. B. (2005). A history of schools of marketing thought. Marketing theory, 5(3), 239-281.

Troccoli, I. R., Gimenez, K., Reis, P. N. C., & Faria, P. P. (2011). Comportamento do consumidor: Um estudo bibliométrico nos Enanpads 2007-09. Revista Organizações em Contexto-online, 7(14), 165-189.

Wright, R. F. (2002). A review of the four prominent marketing schools of thought. Journal of Advertising History, 26(1), 1-19.

Downloads

Publicado

2018-02-01

Como Citar

Senra, K. B., & Vieira, F. G. D. (2018). Estudos de consumo: estado da arte e desafios de pesquisa. International Journal of Business Marketing, 3(1), 025–039. Recuperado de https://www.ijbmkt.org/ijbmkt/article/view/31

Edição

Seção

Artigos